Como escolher a lente de contato ideal para mim?

olhos

Assim como não existe um único tipo de óculos, também não existe apenas um tipo de lente de contato. Existem inúmeras variações, baseadas no tipo de problema de visão corrigido, na consistência da lente, na sua durabilidade, entre outros fatores. E, embora todos possam usar lentes, nem todos vão usar o mesmo tipo. Portanto, conhecer um pouco de cada tipo é necessário para escolher a lente de contato ideal.

Nesse post, vamos apresentar alguns dos tipos de lentes existentes e explicar suas vantagens e desvantagens. Com essas informações, você vai se sentir mais à vontade na hora de escolher a lente que atende melhor às suas necessidades, e terá a certeza de escolher um tipo que vai melhorar sua qualidade de vida.

Lentes Rígidas

As lentes rígidas são feitas de gases permeáveis. Elas são mais duráveis, mas podem dificultar o processo de adaptação e causar desconforto ao usuário, pois têm uma estrutura mais dura e baixo nível de água. Em relação à oxigenação, o nível proporcionado pelas lentes rígidas é variável; o número que expressa a taxa de oxigenação é o DK: quanto maior o DK, mais oxigênio chega ao globo ocular através da lente rígida.

Lentes Gelatinosas

Na maioria dos casos, as lentes gelatinosas são feitas de hidrogel; algumas são feitas de silicone e hidrogel. Elas trazem um nível mais alto de água em seu interior e são flexíveis, o que as torna bastante confortáveis. Além disso, tendem a ter um custo mais acessível. Para completar, elas podem ter diferentes durabilidades, desde diária até anual.

lentes gelatinosas

Em compensação, é preciso ter um cuidado especial com as lentes gelatinosas, por dois motivos: o primeiro é que a maior quantidade de água na composição também aumenta o risco da proliferação de bactérias, se não houver higienização adequada; em segundo, que o uso além do prazo indicado pode causar infecções.


Lentes descartáveis

As lentes descartáveis são aquelas que só podem ser utilizadas uma única vez. Por isso, são associadas com as lentes diárias – já que as lentes semanais ou quinzenais, por exemplo, podem ser tiradas, higienizadas e utilizadas de novo.

lentes descartáveis

A maior vantagem das lentes descartáveis é a praticidade de poder simplesmente trocar o par de lentes, sem precisar se preocupar com a sua manutenção. Para quem tem uma rotina agitada ou está começando a usar lentes (e, por isso, ainda não se acostumou com os cuidados de higienização), a lente descartável pode ser uma boa escolha. Por outro lado, escolhendo esse tipo, você precisará comprar lentes de contato em maior quantidade, o que pode ser uma desvantagem se você não conhecer uma marca com bom custo-benefício.

Lentes reutilizáveis

As lentes reutilizáveis são aquelas que podem ser usadas várias vezes, dentro de um certo período de tempo (é claro que elas não duram para sempre e, em algum momento, será preciso trocá-las). Por um lado, optar por esse tipo de lente significa que você não precisará ter sempre um pequeno “estoque” em casa; por outro, também significa que você terá que fazer a higienização das lentes sempre que tirar ou antes de colocar novamente nos olhos. Sem esse cuidado, o usuário fica sujeito a complicações devido à contaminação.

Lentes de uso prolongado ou contínuo

As lentes de contato de uso prolongado ou contínuo são aquelas que podem ser utilizadas por um período mais longo, inclusive quando se está dormindo. Essas lentes são do tipo gelatinosas, geralmente de silicone e hidrogel, e possuem alto nível de oxigenação. Algumas podem ser usadas por até 30 dias consecutivos.

A grande vantagem das lentes de uso prolongado é a praticidade, já que dispensa colocar e tirar com frequência as lentes. Além disso, alguns problemas de visão binocular, como a ambliopia, são beneficiados pela correção contínua. Por outro lado, mesmo sendo especialmente desenvolvidas para o uso prolongado, existem certos riscos relacionados ao fato de ter uma lente em contato com seu olho durante um período mais longo de tempo. Um dos riscos é a neovascularização, isto é, o crescimento dos vasos sanguíneos na direção da íris em busca de oxigênio.

Lentes para miopia ou hipermetropia

Miopia (dificuldade para enxergar objetos distantes) e a hipermetropia (dificuldade para enxergar objetos próximos) são os problemas de visão mais comuns; por isso, as lentes de contato que corrigem esses problemas também são as mais comuns.

Lentes para astigmatismo

Astigmatismo é um problema de visão decorrente de uma irregularidade na curvatura da córnea ou, mais raramente, do cristalino ou do próprio globo ocular. As lentes de contato apropriadas para esse tipo de problema são chamadas de lentes tóricas, e elas podem ser combinadas com a correção de miopia ou hipermetropia.

lente para astigmatismo

Lentes para Presbiopia

A presbiopia, popularmente conhecida como “vista cansada”, é associada à dificuldade em mudar o foco da visão, devido à perda de elasticidade do cristalino. As lentes resolvem esse problema ao corrigir, simultaneamente, a dificuldade para enxergar de longe e de perto. Por isso, as lentes de contato para presbiopia são multifocais.

Lentes coloridas

Existem lentes de contato que, ao mesmo tempo em que corrigem um problema de visão, também alteram a cor aparente da íris. São lentes coloridas para fins oftalmológicos. Atenção: não confunda essas lentes com aquelas feitas unicamente para fins estéticos. Optando por lentes coloridas, você pode mudar seu visual sempre que quiser!

Antes de encerrar, é preciso deixar um aviso muito importante. Agora, você conhece melhor os tipos de lente de contato; porém, isso não significa que você deve escolher sozinho. A maneira certa de escolher o tipo de lente ideal é consultando um oftalmologista. Esse profissional vai fazer os exames necessários para identificar seu problema de visão, tirar as medidas para uma boa adaptação da lente aos seus olhos e, ainda, ajudá-lo a definir qual tipo de lente é mais adequada para o seu estilo de vida.

Quer mais dicas sobre como escolher e como utilizar as lentes da maneira correta? Baixe agora o Infográfico “Como Escolher a Lente de Contato Ideal” da Central Oftálmica. É esclarecedor e gratuito! 😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *