4 Conselhos do seu Oftalmologista que podem te livrar do coronavírus

Blog

Lentes de contato e cuidados contra o coronavírus

Em tempos de pandemia de coronavírus, você, usuário de lentes de contato, sabe quais os cuidados devem ser tomados para se prevenir contra essa doença?

Os olhos são órgãos bastante sensíveis e sujeitos à contaminação. No caso de usuários de lentes de contato, os cuidados devem ser redobrados. 

Segundo a Sociedade Brasileira de Oftalmologia, algumas medidas de proteção individual devem ser incorporadas à rotina dos usuários de lentes de contato.

Elas reduzem o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo a Covid-19 causada pelo novo coronavírus Sars-Cov-2.

Neste artigo vamos apresentar orientações para a para prevenção ao Covid-19 por meio de de cuidados simples que você deve ter com as suas lentes.

Como acontecem as contaminações de Coronavírus?

A transmissão do coronavírus se dá de forma viral (transmitida de um hospedeiro para outro), pelo contato com a secreção de uma pessoa infectada. Dessa forma, é importante prestar atenção a tudo o que pode conter gotículas do nariz ou da boca, que podem ser transmitidas pela fala, tosse, beijo ou espirro. Ou, ainda, por superfícies contaminadas, como as mãos, objetos, maçaneta, botão do elevador, corrimão de escada, apoio do ônibus, entre outros.

Segundo um estudo feito pela Academia Americana de Oftalmologia (AAO, na sigla em inglês), o coronavírus também pode ser contraído pelos olhos, causando, inicialmente, uma conjuntivite, que poderá evoluir para uma infecção respiratória grave.

O estudo apurou também que, pacientes com Covid-19, que apresentam quadro de conjuntivite, poderiam derramar partículas virais por meio de lágrimas e secreções conjuntivais. De maneira geral, o contágio acontece com o contato dessas gotículas com a nossa mucosa dos olhos, da boca ou do nariz. 

Tendo isso em vista, o mais indicado é evitar o contato direto com pessoas doentes e/ou infectadas, além de higienizar as mãos (lavando-as com água e sabão por pelo menos 30 segundos e utilizando álcool em gel), pois elas podem estar contaminadas. E, claro: evite ao máximo coçar os olhos para evitar o contágio.

Também é necessário tomar cuidado com a automedicação. No caso de suspeita de conjuntivite, usar colírios sem prescrição médica pode ser perigoso, principalmente se o desconforto ocular vier acompanhado de outros sintomas, como tosse, espirro, coriza e febre. Sintomas esses que caracterizam a infecção por coronavírus. 

Lentes de contato e cuidados para prevenção de Coronavírus

Em tempos de pandemia, os cuidados com a limpeza das mãos devem ser redobrados.

Durante a pandemia, especialistas recomendam reforçar a proteção dos olhos através do uso de óculos em saídas externas. No caso de usuários de lentes de contato, os óculos escuros podem fazer esse papel de ‘camada protetora extra’.

Uma vez em casa, as mãos devem estar sempre limpas. Pois, durante esse período de isolamento social, as pessoas assistem mais TV, ficam mais no celular, ou trabalhando pelo computador.

Isso ocasiona coceira, vermelhidão e irritação nos globos oculares, o que provoca muita vontade levar os dedos aos olhos, principalmente em quem usa lentes de contatos – gesto que deve ser evitado ao máximo, como já destacamos.

Além disso, existem problemas de visão e razões específicas para o uso contínuo de lentes. Nesse caso, o essencial é diminuir o contato com os olhos e lavar sempre as mãos, principalmente quando for colocá-las ou retirá-las.

Além disso é importante redobrar os cuidados com a higienização, das lentes e do estojo, além de respeitar os prazos de uso.

Cuidados gerais para evitar a contaminação

Lentes de contato e cuidados contra coronavírus

Especialistas sugerem reforçar a proteção dos olhos ao sair na rua. Uma combinação de lentes de contato e óculos de sol é uma boa alternativa.

Evite esfregar os olhos

Reforçamos: não esfregue os seus olhos! É importante ter consciência que, ao evitar esse gesto, estamos protegendo a córnea e diminuindo o risco de infecção. 

Se sentir vontade de esfregar ou mexer nos olhos, ou até de ajustar os óculos, use um lenço de papel em vez dos dedos. 

Os olhos secos podem levar a mais coceira ou desconforto; se for este o caso, use os colírios recomendados por seu oftalmologista. 

Ao sair de casa, pense no uso de óculos como um reforço contra o coronavírus

Usuários de lentes de contato levam as mãos aos olhos mais vezes do que as outras pessoas, aumentando a probabilidade de contágio.

Isso porque, em algumas situações, as lentes podem causar uma leve irritação na vista e com ela, instintivamente, vem a vontade de coçar os olhos.

Ao optar por usar as lentes de contato, é fundamental seguir os cuidados recomendados de higiene para minimizar o risco de infecção.

Os óculos de correção, assim como os óculos de sol, protegem os olhos de gotículas que podem conter o vírus. É, portanto, associado ao uso da máscara, uma proteção a mais para você.

Porém, é importante esclarecer que eles não protegem 100%. Os vírus ainda podem atingir a superfície dos olhos pelas laterais, ou pela parte superior e inferior, que ficam desprotegidas, mesmo com os óculos. 

Outro ponto que deve ser considerado ao usar os óculos é que o acessório deve ser higienizado com maior periodicidade, já que é praticamente inevitável ajustar os mesmos no rosto com uma certa frequência, sejam os óculos de grau, ou os escuros.

Profissionais da saúde ou quem tiver contato com pessoas que possam ter sido infectadas, devem usar óculos específicos de proteção, pois eles oferecem uma defesa muito mais eficaz.

Use somente colírios oftálmicos prescritos por seu médico

Quem usa colírios por prescrição médica, pode considerar manter um pequeno estoque do produto em casa, caso uma situação da pandemia se agrave, e saídas fiquem complicadas. Isso é importante, sobretudo, para pessoas que precisam constantemente usar colírios, como os portadores da síndrome do olho seco. 

Se você faz parte desse grupo e não fez um estoque reserva, entre em contato com seu oftalmologista o quanto antes solicitando uma prescrição para poder adquirir os seus medicamentos.

Quanto ao uso:

  • tenha os seus colírios sempre consigo;
  • aplique somente a dose recomendada pelo seu oftalmologista;

Cuidados especiais para aplicação de colírios

Se tem de aplicar o colírio, em você ou a uma pessoa a quem presta cuidados, é fundamental:

  • a higienização correta das mãos, antes e depois da aplicação;
  • as mãos devem ser lavadas com água e sabão durante, pelo menos, 30 segundos.

É importante também armazenar os colírios em local limpo e de acordo com as instruções de conservação indicadas no folheto informativo. 

Lembre-se, visão é coisa séria e, em tempos de coronavírus, os cuidados devem ser redobrados! Por isso, oferecemos mais informação de qualidade com esse eBook 100% gratuito: Os principais problemas de visão.

É só clicar e baixar!

Categorias

Postagens Recentes