Gestão de sua ótica: 4 dicas que vão impulsionar o seu negócio!

Blog

Frente de uma ótica

A boa gestão de ótica é a ciência de coordenar ações com a finalidade de potencializar o seu negócio. Em um mercado cada vez mais competitivo e que demanda conhecimento e dedicação, estamos falando de algo fundamental.

O empreendedor que não dominar as boas práticas de gestão (ou que não conte com um bom gestor) poderá transformar pequenos problemas em grandes entraves ao desenvolvimento de sua ótica, perdendo competitividade em relação a seus concorrentes.

Sendo assim, falaremos nesse artigo sobre a importância de uma boa gestão para sua ótica, apresentando conceitos básicos sobre o tema, porém, importantes!

Gestão e administração

Gestão e administração são conceitos bem próximos, porém, há sutis diferenças que precisam ser entendidas.

Para Jules Henri Fayol, fundador da Teoria Clássica da Administração, o administrador é responsável por conduzir a empresa, levando em consideração os objetivos traçados para a organização. O gestor, por sua vez, fica a cargo de estimular a participação, a autonomia e a responsabilização do colaboradores. O foco, neste caso, é a questão gerencial, que carrega componentes mais humanos e mais intuitivos que a administração.

Aplicando os conceitos de gestão

Analisando números em uma planilha de gestão
A boa gestão tornará possível otimizar a capacidade de sua ótica em vender os produtos que indica.

Conduzir uma ótica de maneira assertiva é uma tarefa que exige dedicação e uma boa capacidade de gestão. Não se esqueça que se trata de um negócio que comercializa produtos diretamente ligados à saúde das pessoas, como lentes de contato e óculos de grau. Há uma grande responsabilidade por trás disso.

É, portanto, de suma importância escolher produtos de qualidade e reconhecidamente aprovados por especialistas, como é o caso das lentes fabricadas pela Central Oftálmica.

A boa gestão tornará possível otimizar a capacidade de sua ótica em vender os bons produtos que indica.

A boa gestão é indispensável para:

Proporcionar uma visão geral do negócio

Uma boa gestão permitirá a você visualizar o funcionamento de seu negócio de forma global, visando a integração de todos os setores para se chegar a melhores resultados. Com isso, ainda é possível equilibrar as vendas e indicar estratégias para a retomada de crescimento.

Garantir um planejamento seguro

A maneira como você compra matéria-prima de fornecedores, contrata serviços ou planeja suas ações de maneira geral têm relação direta com a qualidade da gestão em sua ótica. Com isso, podemos dizer que incorporar boas práticas de gestão significa otimizar todos os aspectos citados.

Aumentar o foco na eficiência e lucratividade

Por meio de uma boa gestão é possível criar metodologias de trabalho capazes de aumentar sua lucratividade. Medidas como essa têm o potencial de melhorar o aproveitamento de tempo e de recursos, por exemplo, o que tem impacto direto em sua capacidade de gerar receitas.

Proporcionar sustentabilidade

Nem mesmo ótimos produtos salvarão do fracasso uma ótica que não tenha implementado boas práticas de gestão. A gestão, de maneira geral, possibilita ao empreendedor chegar às decisões corretas de alocação de recursos e o equilíbrio financeiro necessário para a sustentabilidade do negócio.

Agora que falamos um pouco sobre conceitos por trás de uma boa gestão, confira essas 4 dicas:

Óculos em destaque na prateleira
Bons produtos é parte importante do negócio, assim como uma boa gestão.

1 – Trabalhe a integração entre pedidos e organização de estoques

Óticas que não possuem um processo integrado de gestão de seus estoques acabam perdendo vendas. Nesse sentido, os problemas mais comuns são incompatibilidades entre pedidos e entregas, além de perda de prazos.

Para se evitar esse tipo de situação, é necessário ter uma gestão rigorosa e precisa do fluxo de entrada e saída de mercadorias. Além disso, vale estabelecer uma comunicação de qualidade com fornecedores para alinhar expectativas no âmbito da prestação de serviço.

2 – Conheça seu cliente

Conhecer seu cliente e definir um foco de atuação é mais um passo importante para ter sucesso nas vendas. Para isso, estipule qual o perfil de cliente você pretende atender, optando por comercializar produtos de interesse desse segmento. Além disso, as ações de marketing de sua ótica devem levar em conta as especificidades desse perfil, como nível de renda, idade, localização, etc..

3 – Aposte em ações de marketing e merchandising 

De acordo com o Sebrae, uma vitrine bem trabalhada pode chamar mais atenção que cartazes do tipo ‘promoção’. No entanto, uma estratégia como essa mal trabalhada acaba afastando os clientes.

Da mesma maneira, as ações de marketing poderão ser coordenadas e integradas ao material de merchandising. Através de uma boa gestão, será possível criar parâmetros para avaliar resultados e propor mudanças, tanto no marketing, quanto no merchandising.

4 – Informações dos clientes

Clientes trazem informações valiosas que você precisa monitorar. Nome completo, telefone, endereço, o grau da lente… Todos esses dados, em algum momento, podem ser estratégicos.

A partir dessas informações você pode, por exemplo, programar as notificações para avisar o cliente que ele deve fazer um novo exame de rotina. Assim, você aumenta as chances de efetuar novas vendas, além de ter um histórico completo da evolução do grau do cliente.

Gostou deste conteúdo? Então aproveite para baixar esse guia que preparamos para você: 11 critérios fundamentais na escolha de lentes de contato para sua ótica.

E visite nosso site para ficar sempre bem informado: centraloftalmica.com.br.

Categorias

Postagens Recentes