O que fazer quando as lentes de contato grudam nos olhos?

Blog

Mulher manuseia uma lente de contato que grudou em seus olhos

Quem usa ou quer usar lentes já deve ter se perguntado: é verdade que as lentes de contato grudam nos olhos? Sim, é possível. É uma situação pouco comum, mas é desconfortável e pode assustar, principalmente na primeira vez que ocorre. No entanto, não é preciso se preocupar, porque é fácil resolver.

Normalmente, quando as lentes de contato grudam nos olhos e você não sabe o que fazer, o desespero chega e tudo piora. Por isso, a informação aqui é a sua amiga. Neste artigo vamos explicar como lidar com isso de uma maneira tranquila e sem transtornos e ainda daremos dicas para evitar que isso aconteça.

A praticidade das lentes faz a diferença

Quem só lê sobre histórias de como lentes de contato grudam nos olhos e outros desafios de usar lentes fica pensando que não existe nenhuma vantagem, mas não é o caso. Por isso, antes de falarmos sobre essa questão, é importante ressaltar uma das principais características das lentes de contato: a praticidade.

Elas proporcionam uma liberdade e um campo de visão que os óculos não conseguem alcançar. Nada de lentes arranhadas ou embaçadas, deixar cair ou quebrar armação. As lentes de contato são muito úteis a diversas atividades do dia a dia, em especial nos casos a seguir:

Ao dirigir

Ao conduzir um veículo, seja grande ou pequeno, é importante contar com a visão central e lateral perfeitas. Isso não só é mais prático como também necessário para que o motorista dirija com mais segurança, evitando acidentes.

As lentes de contato proporcionam essa amplitude de visão devido ao seu posicionamento junto à córnea, o que não ocorre da mesma forma com os óculos de grau.

Na prática de esportes

Muitos esportes são praticados com mais facilidade quando conseguimos enxergar de forma ampla, em todos os ângulos simultaneamente. Assim, as lentes de contato são perfeitas para a atividade física, pois, por estarem aderidas à córnea, elas corrigem tanto a visão central quanto a periférica. Com óculos, a distância entre os olhos e as lentes e os vãos laterais prejudicam a qualidade de visão.

Esses são apenas dois exemplos que sumarizam o quanto as lentes de contato facilitaram a vida de muita gente! Certamente é um investimento que vale a pena para qualquer um que possui um problema de visão como miopiahipermetropiaastigmatismo, entre outros.

No entanto, por estarem em contato direto com um dos órgãos mais sensíveis e importantes do corpo humano, precisam ser manuseadas com muito cuidado. Do contrário podem gerar desconforto, irritação aos olhos e sensações angustiantes, como quando as lentes de contato grudam nos olhos.

Colocando e removendo as lentes de contato

lentes de contato grudam nos olhos

Para começar, vamos falar sobre como colocar e tirar as lentes corretamente. Fazer esse procedimento do modo certo reduz as chances das lentes de contato grudarem nos olhos e é mais fácil do que você imagina.

Essa ação é feita com as mãos, que devem estar bem lavadas com sabonete neutro e, preferencialmente, com ação antibacteriana. É bom lembrar que quem usa as lentes pela primeira vez precisa fazer uma consulta com o oftalmologista. Ele vai indicar não só seu grau e a lente recomendada como vai instruir sobre o procedimento de colocar e tirar as lentes com segurança.

Manuseando lentes rígidas

Basicamente, existem dois tipos de lentes de contato disponíveis no mercado: as rígidas e as gelatinosas. Por causa das diferenças entre elas, o procedimento de inserir e remover as lentes pode ser mais fácil ou mais difícil.

No caso das lentes rígidas, é possível usar, além das mãos, um aplicador de lente de contato. Esse aplicador é uma haste com uma ventosa criada para essa função, sendo simples e eficaz de usar.

Tudo que você tem a fazer é umedecer o copo do removedor e suavemente colocá-lo diretamente sobre a lente de contato. A lente adere à ventosa facilitando bastante a ação de colocar e remover as lentes dos olhos. Esta é sem dúvida uma ferramenta que ajuda bastante os menos experientes, principalmente quando as lentes de contato grudam nos olhos.

Manuseando lentes gelatinosas

Os aplicadores de ventosa são úteis, mas não podem ser usadas em lentes gelatinosas. Nesse caso, a solução é usar uma ferramenta que todos nós temos: os dedos da mão.

Sabemos que para muitos a ideia de colocar o dedo nos olhos não parece muito agradável, mas não é preciso se preocupar. Como são lentes muito maleáveis, tanto colocá-las, como removê-las, é mais fácil (e confortável).

Para colocar as lentes, segure e afaste suavemente sua pálpebra dos olhos com uma das mãos. Isso é necessário, pois instintivamente tenderemos a mantê-la fechada sempre que algo toca os nossos olhos.

Com a outra mão pegue a lente em seu dedo indicador, coloque a lente suavemente sobre a parte branca dos olhos tomando o cuidado de olhar para cima. Depois solte sua pálpebra e feche suavemente seu olho, mantendo-o fechado por alguns instantes. Pisque várias vezes para centralizar a lente.

O procedimento será o mesmo para retirar as lentes dos olhos, com uma mão você afasta a pálpebra e com a outra puxa a lente delicadamente, sempre com as mãos devidamente higienizadas.

Como tirar a lente gelatinosa com unha grande?

Para pessoas que gostam de manter as unhas longas e afiadas, manusear as lentes, especialmente quando as lentes de contato grudam nos olhos, parece perigoso. Mas relaxe que não é preciso abandonar as lentes. Aqui a resposta é usar a técnica certa.

Caso vá usar a mão e não um aplicador, procure posições que usam a parte da digital do dedo em vez da ponta. Para colocar não tem mistério, é só usar essa parte do dedo indicador longe da unha para pegar a lente e colocar no olho.

Para tirar, a dica é usar o método de beliscar, “apertando” os lados da lente com a lateral do polegar e do indicador. Outra ideia é usar um dedo para empurrar a lente para baixo, indo para a parte branca do olho e depois encostando na pálpebra. Com isso as lentes, principalmente as gelatinosas, devem dobrar levemente e então “saltar”.

Pode tirar cochilo com lente de contato?

Quem usa lente de contato já deve ter ouvido que não pode dormir com elas. Mas e tirar cochilo, tem problema? A resposta é sim. O problema de dormir ou cochilar com lentes é que os olhos fechados bloqueiam o ar, que é importante para a oxigenação do olho.

Quando estamos sem lente, ficar com os olhos não é um problema porque é algo normal e a oxigenação é o bastante. Mas quando estamos com olhos fechados e de lente, é uma camada a mais bloqueando a oxigenação e troca de lágrimas.

A consequência disso é que os olhos ressecam e as lentes de contato grudam nos olhos com mais frequência. Mesmo cochilos curtos podem causa esse problema, então se está deitado e sonolento, já tire as lentes para descansar sem preocupações.

O que fazer quando as lentes de contato grudam nos olhos?

Agora você sabe o que fazer para evitar esse problema, mas o que fazer quando as lentes de contato grudam nos olhos? O primeiro passo é manter a calma. Esse não é um problema sério e a lente ficar mais alguns minutos enquanto você se prepara para retirá-la não causa nenhum mal.

Não tente remover as lentes fazendo movimentos bruscos, porque isso sim pode causar consequências piores. Precisamos ressaltar que de jeito nenhum você deve tentar puxar a lente se sente que ela está grudada. Se fizer isso, você pode causar abrasão na córnea.

Na grande maioria dos casos, as lentes de contato grudam nos olhos quando eles estão ressecados. Nesse caso, o ideal é conseguir um soro fisiológico novo e colocar algumas gotas para lavar os olhos e hidratá-los novamente. É importante que o soro fisiológico seja realmente novo e recém-aberto.

Experimente uma posição confortável em que você consiga enxaguar bem e aos poucos. Se puder, deite a cabeça sobre uma toalha e olhe para cima. É uma posição conveniente que facilita a hidratação e impede que fique todo molhado.

Depois de alguns minutos, com muito cuidado e delicadeza, tente movimentar essa lente sobre seus olhos. Não a retire ainda, apenas movimente de um lado para o outro. Se sentir que a lente está se movimentando normalmente, aí sim você pode tirá-la com cuidado.

Fiz tudo e não funcionou, o que eu faço? Caso a lente não tenha se mexido, repita o processo de hidratação. Se ainda não tiver melhorado, procure o seu oftalmologista ou uma clínica 24 horas com urgência para lhe atender. O oftalmo terá os meios necessários para lhe examinar, retirar as lentes de contato e verificar se houve alguma consequência.

É possível perder as lentes de contato nos olhos?

A ideia de que lentes de contato grudam nos olhos de vez em quando já assusta algumas pessoas, mas e a possibilidade de perder as lentes de contato nos olhos, é possível? Felizmente, nesse caso, a resposta é negativa. É impossível perder as lentes de contato dentro dos olhos.

Esse mito é comum na área porque acreditam que, como o olho é redondo, a lente pode simplesmente dar a volta, mas não tem como isso acontecer. O motivo é que existe uma membrana que cobre o nosso olho e é conectada à pálpebra. Então não dá para a lente dar a volta e sumir.

O que pode acontecer, normalmente com lentes gelatinosas, é elas dobrarem e saírem da córnea. Com isso, ela pode acabar se escondendo debaixo da pálpebra e você sente que está em algum lugar do olho, mas não consegue localizá-la.

Para resolver esse problema, coloque uma gota de colírio no olho, feche-o e massageie a pálpebra gentilmente. Assim a lente deve se mover para um lugar mais visível e acessível para você removê-la ou recolocá-la corretamente.

Com essas dicas, você saberá o que fazer se passar por uma situação quando as lentes de contato grudam nos olhos tranquilamente. Quer mais dicas sobre lentes de contato? Siga a Central Oftálmica no FacebookInstagram ou Twitter para acompanhar todas as notícias e informações sobre lentes de contato.

Categorias

Postagens Recentes