Existe risco de colocar as lentes do lado contrário? Quais as consequências disso?

Blog

lente de contato é a solução que muitas pessoas encontram para lidar seu problema de visão. Prática e discreta, é perfeita para quem quer enxergar bem sem depender dos óculos. Mas isso não impede que as pessoas tenham dúvidas e receios em relação ao seu uso, por exemplo sobre o risco de colocar as lentes do lado contrário.

Mesmo com os muitos avanços alcançados com a tecnologia de lentes de óculos e a crescente popularidade de intervenções cirúrgicas, como correção de olhos a laser, o uso de lentes de contato continua popular. Não é difícil de entender o motivo. Afinal, é uma maneira segura, eficaz e barata de alcançar uma visão clara e confortável para muitas pessoas.

As lentes de contato oferecem vários benefícios em relação ao uso de óculos e cirurgia refrativa. Em comparação aos óculos, as lentes permitem maior facilidade de uso durante atividades esportivas e de lazer. Elas também permitem que óculos de sol e óculos de proteção sejam usados em conjunto, sem qualquer incomodo.

Hoje em dia, as lentes de contato podem corrigir quase todos os problemas de visão, incluindo:

Ou seja, esse dispositivo tem o poder de facilitar e muito o nosso dia a dia! Mas, para usar as lentes de contato com o máximo de segurança e conforto, é importante se informar e saber com o que está lidando. É tendo cuidado que você pode evitar o risco de colocar as lentes do lado contrário, dentre outros problemas.

Continue lendo e descubra porque é importante usar as lentes corretamente, quais as consequências de colocar as lentes do lado contrário e como utilizar as lentes sem erros e com tranquilidade.

A importância do cuidado com os olhos

produção das lentes é complexa e requer muita tecnologia e investimento em pesquisa para criar os produtos de qualidade que conhecemos. Tudo isso é necessário pois é direcionado a um dos órgãos mais importantes do corpo humano: o olho.

Responsáveis pelo sentido da visão, os olhos são também um órgão muito exposto e delicado, estando muito suscetível à infecções e doenças. Portanto, é natural que o uso de lentes deva ser cercado de cuidados.

Um estudo feito pelo Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) dos Estados Unidos, revelou que muitas das infecções oculares diagnosticadas eram causadas pelo uso incorreto de lentes de contato. Foram avaliados mais de 1500 casos, sendo que alguns deles, inclusive, levaram a danos mais permanentes à visão.

Também ficou comprovado que a maior parte das infecções analisadas pelo estudo poderia ser facilmente evitada com cuidados bem básicos no uso das lentes de contato. Em outras palavras, o uso das lentes pode ser bastante benéfico e seguro, mas para isso você também precisa fazer a sua parte.

Os riscos do mau uso das lentes de contato

Apesar dos cuidados necessários, muita gente ainda comete erros sérios. Dormir com a lente, a deixar exposta na pia do banheiro, não fazer a higienização correta, comprar produtos de origem duvidosa e não respeitar a data de validade são alguns exemplos de hábitos ruins. Esse manuseio inadequado das lentes pode levar à contaminação por um parasita ou bactéria.

As lentes impedem o contato dos olhos com a atmosfera. Por isso, quando os devidos cuidados não são tomados, aumentam exponencialmente os riscos de se iniciar um processo lesivo com infecções que se desenvolvem de forma lenta.

Ao menor sinal de irritação ou dor, é imprescindível retirar as lentes dos olhos e fazer a higienização com o líquido recomendado pelo oftalmologista. Se após a limpeza o incômodo permanecer, é sinal de que o material pode ter provocado uma lesão na córnea ou, no mínimo, agredido os olhos. Nesse caso, consulte sempre seu médico.

Lesões decorrentes do mau uso das lentes

Entre as lesões mais perigosas decorrentes do mau uso das lentes estão a úlcera de córnea, a conjuntivite alérgica grave, irritações oculares e até cegueira. Em casos específicos, pacientes que perderam a visão por infecções precisam ser submetidos ao transplante de córnea.

Especialistas são enfáticos ao afirmar que no caso das lentes coloridas, os cuidados devem ser redobrados. E, claro, todas as orientações de uso passadas pelo médico oftalmologista para o seu uso e manuseio devem ser seguidas à risca.

Simples cuidados que podem evitar maiores transtornos

Usar lentes de contato exige cuidado e disciplina, mas não é preciso ter medo. Problemas comuns como colocar as lentes do lado contrário, sentir as lentes grudarem nos olhos e ficar com desconforto ou alergia podem ser evitado se seguir as instruções.

Confira abaixo recomendações simples que todo usuário de lentes de contato deve seguir para usufruir de todos os benefícios que as lentes de contato podem proporcionar sem preocupações:

  • nunca ultrapasse o tempo de uso recomendado;
  • não durma ou cochile com as lentes nos olhos;
  • lave e enxágue suas lentes após o uso deixando-as devidamente imersas na solução de limpeza específica para as lentes de contato;
  • a higienização do estojo deve ser feita com água e sabão, no mínimo semanalmente. Deixe secar naturalmente, com a abertura voltada para baixo sobre papel descartável. O mesmo vale para as tampas. Depois de seco, feche e guarde o estojo;
  • sempre descarte a solução do uso anterior;
  • nunca guarde as lentes em soro fisiológico, pois apesar de bom lubrificante, é ineficaz para desinfecção;
  • se sua lente sair do olho, nunca a recoloque diretamente sem limpar. Tenha na bolsa um kit com solução multiuso e estojo limpo ao sair de casa, para imprevistos.

Quais as consequências de colocar as lentes do lado contrário?

Enquanto a má higienização pode levar a problemas sérios de infecção, quais seriam as consequências de colocar as lentes do lado contrário? De início, os efeitos diretos não são graves. No entanto, isso não significa que deva botar as lentes de qualquer jeito.

Até porque as consequências não são sérias, mas são bastante incomodas. Além de tornar o uso ineficiente, se usar a lente assim por longos períodos, você aumenta os riscos de causar danos. Os efeitos diretos mais comuns são:

  • lente não se fixa no olho;
  • ela pode ficar se mexendo e saindo do lugar;
  • pode até saltar do olho;
  • você sente desconforto;
  • olho fica vermelho e/ou mais seco do que o normal;
  • em alguns casos a visão pode parecer embaçada.

Esses efeitos podem ser sentidos de imediato ou depois de algum tempo usando, varia de pessoa para pessoa. Mas elas também servem como sinal de que as lentes foram colocadas incorretamente. Assim, se perceber um ou mais desses sinais, vale retirar a lente e verificar se botou certo.

Em quais lentes esse problema pode acontecer?

Existem vários tipos de lentes de contato e não são todos em que é possível acidentalmente colocar as lentes do lado contrário. Por um lado temos as lentes rígidas que, como o nome já diz, não são muito flexíveis. Por isso não é possível colocar as lentes do lado contrário, já que elas ficam no formato certo.

Por outro lado, a vantagem das lentes gelatinosas é que elas são flexíveis e confortáveis. Mas a consequência disso é que elas podem virar e você colocá-las do lado errado. Então esse é um cuidado que qualquer um que tenha lentes gelatinosas precisa ter.

Como saber se suas lentes de contato estão do lado certo antes de colocá-las?

As lentes de contato são tão pequenas que, a menos que você saiba onde procurar, pode ser difícil perceber quando suas lentes de contato estão do avesso. Portanto, vamos ensinar aqui métodos que garantirão que suas lentes sejam colocadas do lado certo.

Olhar pela lateral

Quando a lente está invertida, o seu formato fica um pouco diferente quando você olha pelo lado. Por isso, encontre uma área bem iluminada e coloque a sua lente de contato na ponta do seu dedo, de modo que as bordas estejam apontando para cima. Cuidadosamente traga o dedo até o nível dos olhos. Se as bordas da lente estiverem dobradas ou curvadas para fora, a lente está do avesso.

Faça o teste do “taco mexicano”

As lentes do lado contrário se “comportam” de uma forma diferente do que deveriam e você pode testar isso ao apertá-las. Para isso, segure a lente entre as pontas do dedo indicador e do polegar, deixando-a posicionada bem no centro. Aperte delicadamente a lente como se estivesse tentando dobrá-la ao meio.

Enquanto aperta, olhe para a borda da lente. Se as extremidades estiverem em convexas entre elas, uniformemente, com um formato parecido ao de um “taco”, prato típico da culinária mexicana, então a lente está do jeito correto. Porém, se as bordas estiverem inclinadas para fora, então você está lidando com lentes do lado contrário.

Verifique as marcações a laser

Algumas lentes de contato possuem pequenas marcações a laser do fabricante, que podem ajudá-lo a verificar se a lente está do avesso. Normalmente as marcações assumem a forma de uma sequência de números e/ou letras.

Coloque sua lente na ponta do seu dedo e segure a lente até uma luz brilhante. Se a sequência de números e/ ou letras for lida corretamente, a lente estará corretamente orientada. Se a sequência estiver invertida, então, a lente está do avesso. Encontrar as marcações pela primeira vez pode ser difícil, mas elas funcionam bem como guia para não colocar as lentes do lado contrário.

Tente invertê-las

A última dica para identificar lentes do lado contrário é tentar invertê-las. Com a lente na ponta do dedo, tente delicadamente invertê-la. Se for fácil e ela quase “saltar” para o outro sentido é porque estava do avesso antes, mas agora está certa e pronta para usar. Se você precisa usar mais força para inverter, é porque ela já estava do lado certo.

Você pode usar uma ou mais dessas técnicas até descobrir se a lente está do jeito certo ou não. Vale lembrar que em todas essas técnicas é fundamental lavar as mãos com sabão e secá-las com uma toalha limpa e sem fiapos antes de manusear as lentes de contato.

Esse texto foi útil para você? Esperamos que sim! Você pode conferir mais informações sobre cuidados com lentes de contato no FacebookInstagram ou Twitter da Central Oftálmica.

Categorias

Postagens Recentes